Querem ver o que temos lá no coisinhas da chica?

Querem ver o que temos lá no coisinhas da chica?
Basta clicar!

Querem ver o que temos no chica brinca de poesia???

Querem ver o que temos no chica brinca de poesia???
Cliquem pra ver!

♥Desejos: Andar e "andar"... ♥



Nesse meu andar

quero caminhar

passear

viajar

a vida aproveitar...




A natureza sempre olhar

belezas enxergar

tristezas amenizar

boa saúde gozar

Da família desfrutar

meu amor conservar...

Tantas coisas a aspirar

enquanto estou nesse andar...




E, para nada acelerar,

Não quero tão cedo de "andar" trocar! rs...


* O Natal acabou, agora está em nossos corações...
Estamos indo para os últimos dias de 2012...

Desejos são  sempre feitos e aos acima, onde brinco, acrescento saúde, felicidades, muito amor, paz prara todos nós no novo ano que iniciaremos juntos! 

 beijos,chica e 


♥Numa manhã, pertinho do Natal! ♥


Vivemos os últimos dias antes do Natal, uma época em que nos direcionamos ainda mais para as coisas boas, pensamentos legais e em deixar um clima, pelo menos dentro de nossas casas e em nós, com paz e brilho...

E isso é super necessário pois vemos noticiários, manchetes,tantas coisas ruins e feias que acontecem e parecem não ter nada a ver com o espírito natalino...

De repente, me vejo gritando:

-Papai Noel, sabes o que quero???

- Me enfiar dentro daquele saco que carregas e, bem escondidinha , que me leves a passear...

Fecho os olhos e...ao abri-los, onde estou??? O que estou vendo?

-Uma fábrica de brinquedos no céu, na cidade do papai noel.





Anjinhos ajudantes trabalham por lá, para atender as encomendas das crianças da Terra...


Vivi aqueles momentos lindos por ali, e lembrei dessas imagens que são de um livrinho de uma pessoa que nos mostrava quando éramos pequenas.

Tão lindo, tão mágico...

Tão diferente do seu hoje...Hoje essa pessoa ainda está no mundo, mas quase nem se dá conta disso...


-Não, não quero voltar, não adianta me chamar, deixa eu ficar mais um pouco, Papai Noel! - eu dizia.

Ele então atende o meu pedido e me dá apenas quinze minutinhos para passear por lá.O seu tempo é escasso nessa época.

Estes, passam rapidinho e pluft... sem perceber, estou aqui novamente...

Porém, ao chegar, a tristeza e angústia haviam sumido.

Estava ao meu lado, me esperando um outro anjinho que tenho por aqui todos os dias ...

Ele representa o meu aqui e agora,que tem de tudo um pouco,  e ele me dá a paz que preciso, até pra sonhar e viajar para lindos lugares quando isso acontece...

Que bom!

Vale a pena! chica

Com esse texto, desejo FELIZ NATAL para todos amigos que aqui passarem , que seja lindo, abençoado e na maior PAZ .

♥Quando a alegria vem de dentro... ♥



Juquinha, 12 anos era o filho mais velho de uma família onde pai e mãe nada faziam.
O pai,vivia de biscates... Seus quatro irmãos ainda eram pequenos.

Pela manhã , com muito sacrifício, estudava em uma escola e lá cursava ainda a 3ª série.

Era desnutrido, estava sempre com muitas gripes e tosses, respirando os ares da cidade de Porto Alegre.

Após as aulas, passava na casa da D. Judite, sua professora, uma alma boa que surgiu em sua vida, e lá tinha um almoço garantido, sua única refeição forte do dia.

Apenas almoçava, ia buscar seu carrinho e começavam os trabalhos.

Passava em meio às carroças de papeleiros que, sendo mais velozes do que ele, chegavam antes nas ruas e recolhiam os papéis, lixos secos e sobras.

Para ele,que puxava com suas próprias perninhas, tudo era mais lento. Tinha que andar muito...

Por vezes, parava, perto de uma praça e lá observava os meninos de sua idade em suas bicicletas ou jogando futebol. Aquilo lhe fazia bem...Chegava a rir sozinho vendo a alegria deles...

Um dia, na sua escola, teve, como os demais, que fazer um trabalhinho: um desenho e nele escrever o que deixava sua vida feliz...

Os colegas escreveram tantas coisas, como jogar no computador, andar de skate,ir ao shoping e lá brincar na sala de jogos eletrônicos....

Ao entregar o trabalho à professora, esta teve que segurar as lágrimas.

Ele havia se desenhado entregando um prato vazio para uma mulher e bem abaixo, um saquinho cheio de moedinhas que ele entregava à um homem... Em outro canto, um cinto bem largo.

A professora olhou bem pra tudo e disse:

- Esqueceste de colocar tua frase, Juquinha!

-Não "cabia" no papel , profi...

-Mas poderias ter escrito no lado de trás da folha.

Mas, tudo bem...Podes apenas explicar o que isso significa e o que quisestes dizer...

- Ora, está aí, profi...

A coisa que me deixa mais feliz é poder devolver o prato de comida vazio, após ter "cumido tudinho" e arrumado assim o meu estômago...

Assim, tenho forças de andar bastante, catar muito papel e entregar o saco da moedas que ganhei , à noite pro meu pai. Assim, ele não me bate com a cinta.
Como é bom viver!
Por isso sou feliz!

Imagem DAQUI

* Que todos nós aproveitemos esse período de Natal e fim de ano e façamos uma reflexão, vendo quantos motivos temos para sermos felizes!!!

♥Minha casa e eu,rs... ♥


Imagem daqui


Na minha casa, gosto de estar completamente à vontade.

Acordo, fico um tempão de pijaminha...Agora mesmo, enquanto escrevo assim estou.

Se batem à porta, é uma corrida, pois não tem ninguém arrumado,sr.

Não gosto de frescuras e na privacidade do lar, menos ainda.

Ando meio de saco cheio de cozinhar, com a obrigação de a cada dia ,repetir a cena , depois lavar louça, arrumar.

Tô cansando disso.

Gosto de fazer quando estou a fim e não PORQUE é hora e temos que fazer as refeições.  Ando pensando que seria muito bom que inventassem pílulas,rs .

Evitaria a mesmice de sempre.

Por outro lado, sou uma chata.  Não gosto de ter ajudantes em casa. Ainda mais agora com Kiko aposentado, só atrapalham, mais do que ajudam. Assim, aqui sou eu e eu mesma...

Por sorte, sou TRI rápida em tudo...

Num piscar de olhos transformo a casa.

Há dias ( a maioria) em que faço a famosa faxina de só "passar onde a procissão vai passar",sr...

Me preocupo em manter limpos a cozinha, banheiros, roupas sempre e todo dia lavadas( passadas , nem todas precisam, pois minha praticidade é muita e escolho beeeeeeeeeeeeeem o que entra aqui em casa,rs)

O resto como vidros, espelhos, etc...nem me incomoda ver com um pó acumuladinhos,rs...  Isso pode esperar pela faxineira, ou seja, uma vez por semana!

Nossa casa é tri simples, tudo nela é bem USADO. Não tenho nada apenas pra constar. Não é casa museu ou exposição de móveis...

Tenho brinquedos espalhados pela sala, livros, revistas ,uma bagunça organizada,digamos assim...

Uma peculiaride:
 No nosso banheiro temos uma banheira que está lá, mas não a usamos.  Não quero arrancá-la pois dá uma confusão  com pedreiros aqui. Assim, quando Neno deve fazer trabalhinhos de recortar, pintar, moldar, ali é seu atelier,rs...

 Tem de tudo pertinho dela ... Foi genial o aproveitamento. Fica tudo ali dentro, fácil dele recolher e se sujar com tinta, só limpar ali mesmo....Fica a louca , mas muito prática sugestão,rsrs

Quando me dá os cinco minutos de xilique, sai de perto. Aí quero tuuuuuuuudo nos lugares e Neno fica apavorado arrumando tudo no lugar.

Mas na maior parte do tempo , ele brinca tranquilo, espalha, pinta e borda.

Porém tenho uma regra BÁSICA: desarrumou, sujou: limpou e rearrumou como estava!

A parte que mais uso é a sala. Nela estão os computadores,rs...

Adoro o silêncio e o valorizo muito.  E são realmente poucos os momentos que temos assim, pois Neno( netinho) fala, fala como uma maritaca...Quando ele não está, sentimos falta, mas aproveitamos a paz!

Músicas? Já fui muito mais de ouvi las.  Confesso que mudei nesse quesito. Não é todas que me agradam,. Adoro as infantis, as que me remetem lá pra trás...
Viajo no tempo e choro que me lavo toda,rs...

Como podem ver, não me mato pela casa...Passou esse tempo!

Ela está aí para que nos sintamos bem NELA e não pra DELA sermos escravos.

Acho que deu para dar uma idéia de como sou , mais um pouquinho,né?

(((o)))o(((o)))o(((o)))

*Atendendo o convite feito pela Nina, deixei como resposta por lá e resolvi trazer aqui!

♥ Prioridades ? ♥




Tema:
Desafiamos os colaboradores a participarem com um texto de opinião acerca da seguinte questão: 

Sabemos distinguir entre necessidades (aquilo que dependemos para sobreviver) e desejos (o que gostaríamos de ter) ?

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Para responder à essa proposta do DESAFIO, fiquei quietinha a pensar.
Logo, idéias em minha cabeça, a borbulhar...

Penso e repenso e tenho que admitir ,mesmo sem querer ser exibida ou pretensiosa  que SEI fazer muito bem essa distinção.

 Com quatro filhos  em escadinha como tivemos, nunca havia grana sobrando. Tínhamos o suficiente para dar educação, roupas, boa alimentação aos pequenos e nos manter ,sem nada ficar devendo à ninguém.

Minha porta do armário era cheia de anotações com as datas dos vencimentos: colégios, água, luz., etc. Assim, nunca corríamos o risco de esquecer qualquer data de pagamento.( Já jovenzinha eu adorava listas,rs)

Sabia o quanto entrava na casa e dentro daquilo tinha a possibilidade de  me mexer, comprar, ora para um, ora para outro e assim íamos.

As crianças eram crianças mesmo, não tinham as pretensões das de hoje, que parecem pensar que o dinheiro nasce em árvores e é fácil comprar, comprar e ter,ter...

Sabíamos separar as necessidades primeiras e os desejos. 

As bicicletas, entravam nessa linha dos desejos e eram tantas. Mais uma ,para mim, que ganhei minha primeira, quando completei 9 anos de casamento e já tinha filhos de 8,6,5,3 anos 

Imaginem isso hoje?  

Ninguém mais imagina algo assim.  As bicicletas hoje, não são nem desejadas, na maior parte das casas.  Querem outras coisas, eletrônicos ,tudo da última geração.

Assim, com essa narrativa, creio nem mais precisar continuar a me estender.  

Aprendi com a vida a separar muito bem essas duas situações e até hoje, primeiramente,  tratamos de atender às necessidades. Depois, os desejos de lazer, etc...

Tomara meus filhos lembrem sempre do modo que vivemos e tudo o que conseguimos pela vida afora.  Criamos os quatro filhos e até hoje  ainda quem precisa, tentamos dar um jeito, uma mão amiga!

Valorizamos sempre o SER e não o TER. 

Sempre priorizamos o principal, não os acessórios...Isso nos ajudou a tudo enfrentar!