Querem ver o que temos lá no coisinhas da chica?

Querem ver o que temos lá no coisinhas da chica?
Basta clicar!

♥Amor à distância... ♥



(((o)))o(((o)))o(((o)))

Minha participação no Projeto Uma imagem, 140 caracteres da Silvana e Mari:

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Para cada carta recebida, guardada, uma escrita e mandada.
Quantas palavras de amor nelas estão marcadas?
Sentimentos, lembranças registradas.

chica

♥ Fidelidade... ♥




(((o)))o(((o)))o(((o)))

Minha participação no Projeto Uma imagem, 140 caracteres da Silvana e Mari:

(((o)))o(((o)))o(((o)))



Ah! Aquele doutor que me mandou ficar afastado de ti por causa dos teus pelos, nem imagina o quanto nos gostamos!
Não podemos nos separar!

chica

♥Uma vitória antes da sentença... ♥




Hoje, dia em que minha amiga Nelita se forma em Direito, resolvi contar à ela um pouco da experiência e vivências de Melissa, minha advogada há muitos anos. Com isso, pretendia abrir seus olhos ao que pela frente pode encontrar e fazê-la ver que não devemos deixar que nos intimidem e na nossa presença, nunca admitir que pessoas sejam desrespeitadas .

Assim comecei:

Como advogada que Melissa era, sempre tinha mil argumentos e ponderações...

Era esforçada e fazia de tudo para lutar pelos direitos dos seus clientes.

Certo dia, em uma audiência , presentes todas as partes, reclamante e reclamada, ela percebe um certo tom de descaso por parte do juiz ao se dirigir à pessoa do seu cliente Juca, homem trabalhador e bem humilde.
Percebeu, mas quis acreditar que estava enganada...

Porém mais adiante, o Juiz se referiu  assim novamente e para piorar debochou da roupa que Juca se apresentara ali.
Disse, descarada e cinicamente:
_Que linda roupa! Não tinha nada melhor? Nunca vi nada igual por aqui!

Melissa aí não mais suportou...

Como advogada, sabia estava ali, naquela sala, em condições de inferioridade  em relação ao juiz. Porém , não aguentou...

Foi assim, Melissa me relatou:

- Sem me controlar, acabei contando tudo o que sabia sobre a vida do juiz naquela cidade do interior.Falei sobre suas três mulheres, vida desregrada e tantas coisas mais...Disse que se  o meu cliente se comportasse  como ele, talvez tivesse oportunidades da ganhos maiores,etc...

_ Noossa, e então? O que aconteceu? pergunta Nelita, bem curiosa.

_ Bem, ela quase fui fulminada pelo olhar do magistrado, porém o enfrentou novamente com , segundo ela,seu "olhar X57" e então, ele viu que  realmente ela sabia...Não falava apenas por falar!
E não tinha medo de enfrentar qualquer punição,sabendo que falava a verdade .

_E como acabou? Interroga, curiosa Nelita.

Surpreendentemente ao invés de ser conduzida para fora da sala de audiências por desrespeito, a audiência seguiu...
A sentença ficou marcada...

E , após a audiência, o Juiz a manda chamar na sala dos advogados. Lhe diz:

_ Apesar de tudo que ouvi e, não posso dizer que me agradou,quero lhe dizer que és uma ótima advogada e se, qualquer pessoa de minha família ou conhecida, de uma precisar, certamente serás indicada.

Mostraste garra e defendeste muito bem o cliente. 

E, da minha parte, peço desculpas pelo meu modo de agir. Isso me fez repensar minhas atitudes.Valeu.Apesar de tudo, te agradeço.

Apertaram as mãos, e Melissa me disse que depois daquilo, claro que estava interessada no final do processo, na sentença, porém, já havia ganho muito...

Assim, desejo pra ti, Nelita, que saibas solucionar ,sempre baseada na veracidade e consciência, todas as situações que  a profissão que hoje inicias, exigir. Boa sorte!

Nelita então saiu da sala, foi para o quarto, terminar de se preparar para a formatura.  Levava dentro de si a certeza que tudo iria dar certo. 

* Imagem Daqui

(* Republicação .A original foi em 2011 e assim, muitos ainda não me conheciam.)

♥Num dia dos namorados,rs... ♥



 
Vito e Beti estavam eufóricos naquele dia dos namorados.

Teriam um jantar especial, pela primeira vez, num restaurante. Haviam juntado as mesadas para esse dia...

Beti não sabia, mas ele havia comprado as famosas alianças de compromisso e sabia que ela ficaria contente de exibir no dia seguinte no colégio, para as amigas.
Podia antever as risadinhas, a euforia...

Enquanto se arrumava, pediu o carro do pai emprestado.
_ Hoje não ! Vou sair com tua mãe! Vamos jantar fora, é nosso dia também!
_Ah,coroa! O que é isso?
_ Podes pegar a chave ,sim. .Estava brincando contigo. Tua mãe e eu preferimos ir de táxi, assim tomamos um vinhozinho e sabes, não podemos dirigir então...


Tudo arrumado, Vito sai deixando um perfumado rastro, pega o carro na garagem.

Vai até a casa de Beti e a apanha. Seguem e decidem ,antes de jantar, dar um passeio, para aproveitar o carro.Não era sempre que o tinham!

Esquecem da hora. E, quando lembram dela, resolvem ir jantar.
Chegam ao restaurante escolhido: LOTADO.

Vão num outro ali perto: filas intermináveis e lista de espera para, no mínimo duas horas.
Assim, passam de um em um até encontrarem um muito lindo, relativamente vazio. Mas todo bem decorado, velas.
_Vamos entrar?
_Claro!

Entram, sentam, pedem o menu e a surpresa e ao mesmo tempo a explicação para ele estar disponível: O prato mais barato, custava o dobro do que tinham ...

Assim, agradecem,levantam e saem... Estavam cansados, famintos e desolados.

Nessa hora, Beti vê uma carrocinha de cachorro-quente e pipocas.
- Vamos comer por aqui mesmo! Diz ela.
_ Mas não é muito "chumbregão" para um festejo assim?
_Ora, o que importa é estarmos juntos.

Pedem dois cachorros cada um, comem, depois pedem um pacote grande de pipocas.

E, dentro do pacote ele , escondido dela,coloca as alianças e avisa que ela deve comer até chegar numa surpresa que lá estava.

Assim, entre risadas, muita alegria, iam comendo e jogando os grãos, um no outro. Riam até se engasgar com os grãozinhos não estourados... E, lá no finalzinho, estavam as alianças .

Uma já havia aparecido.Era a dela.

E as pipocas terminando... Ele já aflito...
Terminam! E nada da aliança...

Chegam a conclusão que numa daquelas engasgadas, ele a havia engolido.

Entre preocupação e ao mesmo tempo muitas risadas, terminam assim a noite.

Riem...Riem muito ,até pelo nervosismo...

Agora era hora de voltar, deixar Beti em casa e dormir, esperando a manhã seguinte, quando esperava, a aliança "aparecesse"...

E, claro, ela seria descartada...

Haveria de trabalhar mais um pouco, para comprar uma nova...

Mesmo assim, aquele dia, nunca mais seria esquecido.Isso era certo!

E foram felizes mesmo assim!

O amor deles era alegre e feliz!
 
chica
 
* Republicação e acho que vale para lembrar que essa data é dos dois e que deve e pode ser comemorada sem muitas badalações.
O maior convidado deve ser o amor!

♥ Rimando... ♥

Impaciência ela demonstrava...
Sob seu sapato, mais um cigarro apagava...

 Vestida para "matar" ela estava 
com saltos enormes pisava...

E ele ,atrasado? Não chegava...
E mais a raiva dela se apoderava!

Mas de que ela adiantava?
Só a ela prejudicava!

Ainda bem, do pesadelo acordou!
E, ao seu lado, na cama, seu amor achou!!

chica