segunda-feira, 18 de novembro de 2019

♥ 16 ª BC Na casa da vizinha ♥

Hoje  o tema da 16' ª BC Na casa da vizinha é esse:

Vejam lá na e na Cris e participem!

O tema dessa edição é:

Neste dia será comemorado no Calendário o “Dia da Consciência Negra, aproveitamos então para abordar o tema Diversidade de etnia e cultura. 

“Como ensinar os filhos a valorizarem a diversidade”



Esse data foi reconhecida recentemente.

O Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, foi instituído oficialmente pela lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011. A data faz referência à morte de Zumbi, o então líder do Quilombo dos Palmares – situado entre os estados de Alagoas e Pernambuco, na região Nordeste do Brasil.

Confesso que nos meus tempos de menina ( e lá já se vão séculos,😊) falar em ZUMBI, era fatalmente lembrar do parceiro de trapalhadas do Carequinha.

Zumbi era um dos participantes do grupo e sempre aparecia pra assustar e fazer confusões no circo.

Toda criançada adorava!


Carequinha e seus companheiros de bagunça: Zumbi, Fred...
Nem preciso dizer qual era o Zumbi,que aparecia pra assustar,rs..

foto DAQUI

Mas o que isso tem a ver com a nossa BC e seu título, Chica???

Te explica!!!

Trouxe  isso para dizer que apesar dessa falta de conhecimento sobre o Zumbi e em não se falar em consciência negra, as coisas eram diferentes, pelo menos pra mim e nossa família.

Estudei entre o Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul e, por si só, esse já é um fato de grande diversidade cultural.

Sotaques, alimentação, tantas coisas no Rio cultuadas e adoradas, desconhecidas no Sul e vice versa.

Lembro dos pães, por exemplo: aqui no Sul, chamamos de "bundinhas " o pão bilha, lembro também dos  famosos "carequinhasssssssssssssss, (com sotaque bem carioca e pra nós eram os "cacetinhos"... E por aí vão ...

Os nossos docinhos prediletos de niver eram os famosos "negrinhos" , hoje os brigadeiros...

Diferenças culturais e tão boas de com elas aprender e conviver...

Hoje, nesse mundo tão cheio de mimimis, nem mais podemos falar  certas e tantas coisas...Policiamento em tudo e será que esse chega de dentro ou é apenas da boca pra fora? Pra ser politicamente corretos??? Fica a pergunta!

 Lembro que haviam colegas que adoravam me ouvir falar e diziam que o sotaque era lindo e diferente, claro!!  Pediam preferencialmente que eu falasse manteiga ( nunca entendi a diferença, rs).

E, nas salas de aula,  cresci brincando com colegas que na hora do recreio não podiam brincar e pular.  Ficavam nas suas cadeiras de roda e, nem por isso, os deixávamos  de fora das brincadeiras.

Lembro até hoje de um deles, o Gustavo que tomara esteja muito bem, era nosso parceiro de farras mesmo ele na cadeira...

Haviam o negros também e crescemos  com eles como amigos.  Isso veio desde a infância, vizinhos do lado do nosso apartamento eram negros e  estávamos sempre juntos em passeios, praia, pracinhas.


Eles, agora lembro, introduziram em minha infância o São Cosme e Damião e ficava feliz ao receber o pacotinho de doces.

Até pouco tempo ,enquanto minha mãe tinha consciência da vida, ela mantinha contato com as filhas daquela vizinha.  Tudo pra nós era  e foi perfeitamente normal.

E assim, naturalmente, como deve ser, as nossas crianças nasceram e cresceram com isso arraigado .

Novamente aqui no Sul, tivemos  vizinhos de casa  negros e estávamos sempre fazendo programas juntos, crianças que  iam e voltavam da escola, brincavam.  Era assim! Não víamos diferenças entre nós e claro, essas eram apenas na cor da pele !

Claro que já vi e ouvi muitas bobagens...Uma pena!

Mas aqui em casa foi assim que as coisas aconteceram.  Se pais tem consciência de que todos somos irmãos, independente da raça ou cultura, automaticamente, essa  noção é passada aos filhos.

Portanto, não tivemos problemas nesse quesito e tomara todos assim pudessem ter vivenciado.



Agora vamos e ver o que outras mamães acham?



* Aproveito para comunicar que esse blog voltará apenas após 15 de dezembro.

Até lá curtiremos  primeiro a expectativa, depois a presença do nosso filho Gordo, que chega de longe e há quase 3 anos não estamos juntos  .

 INTÉ!

bjs, chica

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

♥ Revirando o bau 12 ♥





*Basta colocar a frase ou o que a inspiração mandar, nos comentários.
Simples, fácil! Só pra mexer a cuca!!!
Teremos palavras  ou expressões !


(((o)))o(((o)))o(((o)))

O que saiu do baú hoje? 


Na capa da gaita

 E minha participação ficou assim:

O noivo bem feliz, quis arrasar  na sua festa  ...

Dançou, saracoteou tanto que na hora do "brinde" estava na capa da gaita! 

   E vocês se inspiram como? Deixem nos comentários...


beijos, chica

terça-feira, 5 de novembro de 2019

♥ Revirando o bau 11♥





*Basta colocar a frase ou o que a inspiração mandar, nos comentários.
Simples, fácil! Só pra mexer a cuca!!!
Teremos palavras  ou expressões !


(((o)))o(((o)))o(((o)))

O que saiu do baú hoje? 

Coscuvilhice

 E minha participação ficou assim:

Tenho pavor de coscuvilhices. São perigosas e podem afetar pessoas e  famílias .

   E vocês se inspiram como?