♥ Quando a chave falta... ♥




Edição conto/história do Bloinquês

Tema: Notou que havia perdido a chave e não conseguiu entrar.


(((o)))o(((o)))o(((o)))

Na casa de Tereza o amor passava longe.

Seus  pais apenas a haviam fabricado, sem nenhuma noção. Fora um momento de sexo e , segundo a  mãe, um momento apenas ...Sem nada mais importante, sem sentimento algum...

E por desgraça, como a própria mãe dizia, dela engravidara.

Assim, Tereza nasceu e se criou.

Tentava passar seus dias  alegremente, com doçura e tinha uma garra e boa vontade com a vida.

Anos e anos passaram e ela na universidade percebe que Rodrigo sentia algo por ela.

Várias vezes tinha isso declarado.Ela ignorava. Fingia  não entender e seguiam juntos, apesar de cursos diferentes estudando, fazendo trabalhos e até passeando nas horas de folga.

Certa noite, ao voltarem para casa, Rodrigo lhe disse que precisava falar e dessa vez, não brincava. Estava sério, sisudo.

E , ao sentarem em um barzinho, para conversar,lhe pediu:

_ Vamos nos casar? Gosto muito de ti e sei que tu também sentes isso por mim.

Ela nem pestanejou:

_ NÃO! Isso NUNCA!

Rodrigo a segurou pela mão e levou embora e, na despedida,disse que ela havia tomado uma decisão , mas que ele também tinha, naquele minuto, decidido não insistir.

Porém, não queria mais ficar perto dela, para não sofrer e alimentar ilusões.

E assim foi.

 Ambos concluíram seus   cursos e no dia da formatura de Rodrigo ela resolveu aparecer lá.
Queria dar um abraço e lhe dizer que ainda pensava muito nele e sentia sua falta.

Após a cerimônia, viu a família dele e resolveu chegar perto, o que facilitaria o abraço.

E de repente, ele aparece, feliz, com seu canudo na mão. Era um vitorioso. ela o sabia! E vinha de braços abertos para um abraço...

Ela se preparou...

 Porém, ele correu ao encontro de uma outra pessoa, uma moça linda e sorridente .

Tereza a olha bem e nota uma barriguinha...

Ela estava grávida e vê , de longe, Rodrigo mostra ao filho, na barriga da mãe, o canudo que carregava, num gesto de quem o oferece...


Ela sai dali triste, arrasada.
Naquela hora, só então, notou que havia perdido a chave e não conseguiu entrar, nem nunca mais  conseguiria chegar perto do coração de Rodrigo.


A chave era o AMOR e ela o temera, dele fugira.


Agora, consciente da situação, triste, toma uma decisão...


Sua vida haveria de mudar!


Desejava ao Rodrigo toda felicidade para ele e sua nova família, mas teria que correr atrás do amor e para isso, precisava abrir o coração.


Nunca mais perderia nenhuma dessas chaves... Não queria pra si a vida de sua mãe.


E saiu resoluta.


Naquela noite, fechara um capítulo de sua vida, mas muitas páginas, lindas e agora cor de rosa, haveriam de vir. Ela merecia!


* Imagem daqui