Querem ver o que temos lá no coisinhas da chica?

Querem ver o que temos lá no coisinhas da chica?
Basta clicar!

Querem ver o que temos no chica brinca de poesia???

Querem ver o que temos no chica brinca de poesia???
Cliquem pra ver!

♥ Bocas que agradecem, mas falam, espalham palavras... ♥




Edição Cartas do Bloinquês

Tema: Me fez mal, mas valeu a pena.

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Vê se te manca, 29 de fevereiro de 1999.


Querido Ex Patrão!


Hoje, senti vontade de desabafar e te enviar essas poucas linhas.

Agora que já não mais advogo, participo de alguns projetos e o tema deste,  é  falar de alguma coisa que me fez mal, mas que ao final , tenha valido a pena.

Logo que li, lembrei de ti.
Impressionante isso! Tua ruindade ficou marcada, gravadinha dentro de mim!

Lembro do quanto te achavas importante, do quanto eras arrogante, desprezando trabalhos feitos, datilografados com capricho e atenção e ao passar pela tua revisão, antes de assinares, simplesmente rasgavas as folhas como se nada ali valesse.

Tanto, o trabalho não havia sido teu. Eras apenas quem assinava.  Me usavas, como aos demais parceiros de escritório, como se fôssemos apenas secretários, enquanto, todos nós, tínhamos o mesmo curso e graduação que tu. Éramos advogados, tanto quanto tu.  

Que coisa! 
Fico aqui a pensar naquilo e me vem em mente tantas outras ruindades e explorações que fizeste e, sabes o interessante disso tudo?

Nem imaginas!

Achas que  ficarei ruminando contra ti?

_Não, podes estar bem tranquilo.

Só te posso agradecer. Valeu cada uma daquelas tuas manias, cada mau trato e arrogância. Assim, acelerou o  abandono da profissão mal escolhida, onde acreditei existir justiça e me enganei.

Vi que aquele REALMENTE, nada tinha  ver com o meu mundo, onde à noite, posso dormir com tranquilidade , com a cabeça no travesseiro. 

Assim, meu querido ex patrão, que fiques bem e recebas, mesmo que tardiamente, o meu agradecimento.

Valeu cada minuto aí!  

E, claro, valeu não somente por isso, mas por ter convivido com colegas bons que , infelizmente sofriam o mesmo tratamento. 

Um abraço, esperando que nossos caminhos nunca se cruzem e lembrando que minha boca pode se multiplicar em muitas vozes e muito falar, falar, falar...Isso não terás controle, nunca!!!


Dra.Boca Solta

* Imagem daqui, trabalhada pela chica





♥ Uma carta ... ♥



88º Edição Cartas do BLOINQUÊS


Tema: ' Como facas'

(((o)))o(((o)))o(((o)))



Barcelona, 25 de abril de  2012


Caro  Charles!




Faz muito tempo que  de ti não temos notícias  e , tendo sonhado contigo na noite passada, resolvi te escrever para ver se retomamos nossos contatos de amizade.

A última notícia que soubemos  foi a que havias ficado viúvo.

 Fiquei triste por ti, mas depois daquele trágico jantar com nossos  parceiros, pensei muito antes de entrar em contato ou te procurar.
Queria apenas te explicar por que sumimos da tua vida, desaparecemos..Mas deixei assim mesmo.

Hoje,aqui  te conto:

A agora  pobre falecida, durante todo o tempo, naquela noite, lançava para mim olhares que se pudesse, tenho certeza que me engoliria.

Chegavam até mim como facas, me cortando, causando ferimentos, não aparentes, mas dentro de mim.

Ela, diferentemente de Brnd,  não confiava em nosso relacionamento da mais pura amizade.

Lembras [sei que é difícil, após tanto tempo ] de como  voltei da ida ao banheiro , na qual logo fui seguida por tua Marta ?

Lá dentro, em meio à tantas outras mulheres desconhecidas, ela me humilhou, me disse poucas e boas  e ameaçou que chegaria às vias de fato.

Voltei para a mesa e disse ao Brand, que não me sentia bem e por isso, queria ir embora.
 Ele, na hora não entendeu tão súbita mudança, mas depois compreendeu.

Assim, desde aquele dia  evitei qualquer aproximação contigo e logo a seguir veio o curso de Brand em Barcelona, para onde acabamos nos transferindo em definitivo .


Hoje, remexendo  alguns documentos, encontrei uma foto onde aparecias e estávamos justamente naquela festa.Lá ficou demonstrado claramente os raios de ódio, brilhando nos olhos de Marta.

Lastimo tanto, ela ter morrido com isso não esclarecido.Mas fazer o que? Ela apenas destilava ódio!

O importante é nossa consciência ,que nos deixou dormir em paz até hoje, não é?

Brand , avisa que quando vieres par cá, estaremos prontos para um encontro e um novo jantar e então, conseguiremos sair inteiros , por dentro e por fora dele,rs...


Aguardamos notícias de ti e da tua vida,  que esperamos, esteja muito bem!

Josephine  e Brand  Leroc



* Imagem daqui, depois transformada


♥ "Melhoras pra tua mãe"... ♥







Julia era uma daquelas mulheres que sempre estava com pressa. Parecia ter que tirar o pai da forca.

As pessoas falavam com ela, que se apressava em responder bobagens, apenas querendo livrar-se do papo.

Um dia, após encontrar Gilda que conversava com Greice, as abraça, "escuta" o papo e então dá um jeito de sair. não sem antes dizer:

_Melhoras pra tua mãe, Gilda,.Dá um abraço e diz à ela que sinto muiiiiiiiiiiiiiiitas saudades dela...E que qualquer dia apareço por lá!

Gilda e Greice se olham ... Já sabiam que ela era assim.

E sem se aguentar, Gilda retruca.

_Deves mesmo estar com muuuuuuuuuitas saudades dela... E acho que, mesmo assim, não a vais querer encontrar TÃO CEDO!!! 

Como eu falava agorinha e tu não ouvia, ela faleceu há um mês ...

Julia, pede desculpas e logo sai...

Na certa, como é muito ocupada, não pode parar para ouvir ou consolar ninguém. Seu egoísmo é gritante e ele a afasta das demais...

Será que se dará conta um dia? Perguntam Greice e Gilda.

Mas logo chegam à conclusão que não!!!

_ E quer saber do que mais? Fala Gilda.

_Vamos em frente! Ela , apesar da pressa, ficará sempre lá atrás...

* Imagem DAQUI

♥ Sinceridade e transparência... ♥






87º Edição Cartas

Tema: Sinceridade.

(((o)))o(((o)))o(((o)))




Cidade dos Vidros Limpos, 17 de abril de 2012




Querida Verônica!


Sabes que hoje levei um susto ao lembrar que é o teu aniversário e quase passou a data. Ainda bem que tocou o "sininho" me avisando.

Sabes, a idade pega e já não sou mais a mesma para lembrar datas.

E, quando pensei em ti, além de desejar felicidades e mandar boas energias, lembrei de nossa última conversa.

Lembras que me disseste que andavas à procura de uma pessoa que valesse a pena se relacionar e o requisito básico para ti era a sinceridade.

Concordei contigo e também acho fundamental.

Para mim, estar com uma pessoa, seja amiga ou meu amos, significa transparência e poder ter certeza de nela ver verdade.

Sem isso, nem me passa pela cabeça continuar com nada, pois não fecha com meus princípios.

Te falei também que não seria nos Facebook da vida, nos Orkuts que encontrarias isso, assim escancarado.

A sinceridade deve ser vista  de perto e esse PERTO, pode ser de longe. Consegues entender?
Difícil, mas explico...

Mesmo de longe, sentimos, temos  "cutucos" e se o coração se entende , mesmo de longe, podemos ouvir o seu som e sentir se há ou não sinceridade.

Mas, como te disse, vai com calma, sem muita sede ao copo,rsrs...

Assim, desejo que nesse teu novo ano pessoal, encontres a SINCERIDADE por onde quer que circules e, quem sabe, dessa sinceridade venha um amor lindo e legal?

Ficarei torcendo, sabes, sou casamenteira e tenho parte com Sto. Antonio,rs...

Um beijo,tudo de bom e de novo, Parabéns!


 Marinéia

* Imagem daqui

♥Um fondue especial... ♥



Para participar da Blogagem Coletiva promovida pelas amigas
                       ROSA.  ROSÉLIA e  RUTE




Trouxe para cá um texto anteriormente publicado no outro blog , mas que pode ser novo para os que chegaram há pouco tempo ou para relembrar.


É uma forma de falar num "DESENCANTO",rs...  Estaria tudo perdido???rs

(((o)))o(((o)))o(((o)))


Rosa tinha um monte de filhos, todos pequenos e com pouquísima diferença de idade.

As despesas portanto, da família eram muitas e sempre o salário do marido era todo gasto assim que entrava em casa. Pouco sobrava para bobagens ou supérfluos.

Um dia, Rosa que havia ganho seus primeiros salários, resolveu dar um presente diferente para comemorarem o dia dos namorados...um aparelhinho de fondue.


Toda feliz, comprou todos os ingredientes, cortou a carne, preparou vários molhinhos espertos e ainda fez as torradinhas para acompanhamento. Tudo pronto.Oba!


A criançada com os olhos brilhando para participar da inauguração ...


Começa a função : tudo certinho...

Até o fogo com o álcool foi feito sem problemas, e nenhum cabelo ou sobrancelha foi chamuscado,rsrsrs...


Aí, cada um deveria espetar suas carnes e esperar, enquanto conversavam.

Porém, era um bando de "mortinhos de fome" que queriam mais do que tudo ou qualquer papo, encher suas barriguinhas.

Assim, foram as primeiras remessas, mal dava tempo de fritar e já eles haviam acabado as suas e pedindo mais e mais...

Resultado: Rosa ao final do jantar "romântico" e especial, quase precisava uma maca de tão exausta estava, isso sem falar no cheirinho "delicioso" de frituras em seus cabelos que nem com um banho ia embora.

Assim, até colocar as crianças nas camas, banho, a noite estava perdida para qualquer comemoração a dois...


Ficou entretanto a lição: fondue é para ser saboreado com calma, sem pressas e de preferência, sem crianças, só o casal.

E hoje, já nem é mais nem frito.

Há as chapas para apenas grelhar. Com isso, nem fumaças, nem perfumes indesejados.Pronto!

Assim, o romance está garantido!

Mas agora,pensando bem, falta alguma coisa...

Hmmm, já sei:falta também a graça daqueles momentos...


Afinal, só para dois? Ah! Nem inventa! Muiiiiiiito melhor ir jantar fora!

Há tantos fondues bons pela cidade!


E assim, foi descoberta a inutilidade de tal aparelho naquela família,rsrsrs...Chica

******************

* Estou em recesso no blog, curtindo os últimos dias do filho e neto da Inglaterra. Amanhã, dia 16 eles voltam . Pena! Passa depressa demais o tempo!!

Depois,  tudo recomeça e eu , só então, retribuirei as visitas.

beijos,chica