♥Às Marias... ♥




Enquanto Maria escrevia, falava de amores, cores
a vida ao seu lado caminhava...
Na sala, marido velhinho, lia
o cão da família seu banho de sol tomava...

Filhos, netos, amigos e o maior de seus amores...
Tudo parecia perfeito, tudo parecia sorrir...

Após uma noite sem os olhos conseguir fechar,
a manhã chegava.Via as horas a passar!

O telefone toca,inquietante chamado...
uma mensagem trazia ,a voz nervosa do outro lado.

Seu filho, que na vida tudo ganhara,
tudo lhe fora proporcionado
mais uma na  mesma vida,
 lhes tinha de presente aprontado!

Ela ali sentada, por dentro, a cada palavra morria...
Seu peito sufocava, sua pressão mais e mais subia!

Em silêncio tinha que suportar
ao parceiro de vida, aquilo não podia revelar.

Seria MAIS UMA chicotada
que a vida lhe daria.

Mas, olhava, olhava aquele homem.
Não!  Isso ele não merecia!!!

Assim, sentou-se a escrever
morrendo por dentro, a sofrer...

Até quando a situação assim ficaria?
Até quando o segredo manteria?

Aquele monstro  mais uma chance merecia?
Apesar de dela gerado...
Era uma grande PORCARIA!

Deixar que pagasse seus erros?
Mostrar às suas  filhinhas o pai que tinha?

Dúvidas, questionamentos, aflições...

Sabia apenas que o marido tinha e haveria de poupar...
O resto, que acontecesse! Que o filho pagasse! AZAR!!!

Mas assim não foi...
Logo uma  outra mão o acudiu...
Parece ele nunca há  de aprender
outras, mais outras dele, Maria e todos  haverão de ver!

Ele sabedor que Maria de tudo sabia...
Nunca no assunto tocou! Pensava que morreria...

Esquece-se que a pior morte, ele já à Maria proporcionou.

Morrer por dentro, ver um filho gerado com amor,
naquele jeito horrível que a vida,
por ele ter assim escolhido, se transformou...

chica


* Dedico esse texto, na proximidade do Dia das Mães às tantas Marias que passam ou passaram por situações assim., já que nessa época são ressaltados apenas o amor materno e filial e esquecidos os graves problemas que vemos por aí!