Querem ver o que temos lá no coisinhas da chica?

Querem ver o que temos lá no coisinhas da chica?
Basta clicar!

Querem ver o que temos no chica brinca de poesia???

Querem ver o que temos no chica brinca de poesia???
Cliquem pra ver!

♥Quando há amor... ♥

Vi aqui

Assim que engravidou, Josy  passou a sonhar.
Via, até o cheirinho sentia
de sua menininha nos braços a carregar...

Os meses passaram voando
tudo em casa arrumado
com sua Letícia ,sempre sonhando...

Renato, o marido, atordoado
 parecia , de felicidade,sempre estar,
sonhando acordado...

Brinquedos, bonecas, roupinhas
faltava apenas a sua menininha.

Chega o dia,dores, hospital,cesárea...
Acorda, tem nos braços João ...

Mas como? O que foi que aconteceu?
E agora? Tudo por lá foi planejado!

Como um caso assim aconteceu?
Exames sempre dão certo, menos o meu?

Olha para Renato,vê a grande satisfação
e com os detalhes outros, nem a menor preocupação!

Ela olha para o bebê, sente seu cheirinho
 é igual, ao que sonhava, igualzinho.

Assim, bastou um minuto somente
para toda preocupação lhe deixar...

Assume o grande amor, por aquele pinguinho de gente
o resto todo, há  de se ajeitar!

Na volta para casa, tudo já modificado,
azul era agora seu mundinho...

Todo o rosa, foi lá na casa da vovó bem guardado,
para quando a vida lhe desse um outro presentinho...

Mas em poucas horas como mãe já aprendera
 não importava sexo, cor , nada mudaria
 aquele amor que dentro dela, por aquele serzinho,
cada vez mais e mais explodia!


chica



23 comentários:


  1. Francamente, acho que a tecnologia matou um pouco daquele deslumbre que era não saber se era menina ou menino.
    Se pudesse ter levado todas as gravidezes ao fim, nunca teria querido saber. No entanto, face à adoção, escolhi uma menina,a minha filha!

    Beijo

    Laura

    ResponderExcluir
  2. Verdade Chica, em seus versos disse tudo, tanto faz o sexo, o que importa é termos em nossos braços um bebê saudável e que nos proporcionou esse lindo dom de ser MÃE.

    Beijos de um domingo de muita paz.

    ResponderExcluir
  3. Chica... eu conheço um caso assim! A diferença é que a família sem recursos, teve que alojar o menino num quarto todo cor de rosa e ouvir pelas ruas "que menininha linda" com o "macho" vestido de cor de rosa! Nessa hora, eu sou das antigas: saber o sexo pra quê? Fazer o enxoval em tons de verde e amarelo. Deixar o rosa/azul para depois da chegada da cegonha! Bjks Tetê

    ResponderExcluir
  4. Embora tenha feito ecografia, algo que aqui no interior não existia, mas num centro maior fui submetida a três e na última o médico perguntou: desejam saber o sexo? Eu respondi que não porque tinha quase certeza que seria outra menina e não desejava ouvir algo contrário. Pois bem, Tiago nasceu e quando o médico disse é guri, senti algo estranho, mas quando colocaram aquele minúsculo ser, pesando dois quilos e meio sobre minha barriga, o amor brotou instantaneamente e até esqueci que havia mandado fazer dois tipos de lembrancinhas, uma com o nome Tiago e outra com Betina. Doces lembranças.
    Beijinho,
    Beth

    ResponderExcluir
  5. Ahhh que legal!

    O que importa né?! Imagino que isso não faça a maior diferença quando se escuta o primeiro choro do bebe!

    Lindo post!

    Bjs Chica!

    ResponderExcluir
  6. Oi Chica
    Que bonitinha sua história, comigo aconteceu o inverso, no meu primeiro parto eu esperava o Felipe, e nasceu a Júlia.
    Na segunda gravidez quis saber logo o sexo pra não haver problema.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Amiga que lindo!
    Não importa se é menino ou menina pois o amor abrange todas as cores do mundo.

    beijinho

    ResponderExcluir
  8. Que amor, Chica
    Não importa o sexo do bebê o importante é que seja saudável, não?
    Um beijinho carinhoso de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  9. Que engraçado,Serena me deixou na duvida ate duas semanas antes de nascer,algo me dizia que era uma meninínha,e fiz muitas flores para colar na parede,e algumas bonequinhas carecas a espera para receber vestidinhos ou calças,ela me deixou curiosa e não se deixava ver.Mas o amor não tem cor,nem sexo,e o amor de mãe e mesmo gigantesco.
    Beijinhos e bela semana.

    ResponderExcluir
  10. E tem alguns casos em que isso acontece!...rss...um belo conto e mostra que amor de mãe não tem diferenças!bjs,

    ResponderExcluir
  11. Chica

    Embora o teu poder de ficção menino ou menina, o que preciso é ser saudável e perfeito, no resto em tudo se dará um jeito.
    Beijos de consideração

    ResponderExcluir
  12. Ai Chica, que lindo!

    Sabe que aconteceu o mesmo com uma amiga que já tinha 2 menininhas e disseram que seria outra menininha. Veio o Thierry! Ela era louca por um menino e seu sonho aconteceu!


    Bjinhos no seu coração!

    ResponderExcluir
  13. Pois é, o que importa mesmo é que é um filho (a) querido... Hoje há tanta high tech (gosto de brincar c esta palavra)/exames q geram uma expectativa e apreensão enormes!

    Historinha linda! Beijos

    ResponderExcluir
  14. Lindo Chica, não sou mãe, não sei ainda como é isso, mas tenho certeza que será lindo assim, não importando nada!
    beijos

    ResponderExcluir
  15. Um texto e uma certeza de que para os pais o sexo pouco importa, vale a saúde e todo amor para colorir cada dia.
    Otima criatividade como sempre.
    Meu terno abraço.

    ResponderExcluir
  16. Olá Chica
    lindo conto, quantas mamães já caíram neste engano, minha primeira filha foi pura surpresa, mas mesmo assim usou tudo azul, enxoval deixado pelo sobrinho. Já a filhinha soube que seria uma menininha e como na família fui a unica a colocar menininhas no mundo, lá foi a Gabi usar tudo azul também, mas os presentinhos vieram rosa para as duas.
    Linda criação, adoro seus escritos.
    Uma linda semana e obrigada pela visita. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  17. Que boas lembranças que este texto me trouxe ...

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  18. Dicen que recordar es vivir, pero cada momento es vida, gracias por dar vida.

    ResponderExcluir
  19. Oii Chica, imagino o susto, comigo aconteceu algo parecido mas diferente rsr eu ecolhi o nome da minha filha mais velha, seria Gabriela, mandei fazer tudoooo personalizado com o nome dela, até a decoração do quarto e as lembranças da maternidade, qdo ela a enfermeira me entregou ela eu olhei p carinha dela e foi como se alguém soprasse nos meus ouvidos "Andressa", eu nunca tinha sequer pensado nesse nome mas não tive duvidas, mudei o nome na hora, ninguém entendeu nada, minha mãe tinha bordado um monte de Gabriela p todo lado kkkk mas eu ouvi a voz que soprou o nome dela p mim, ninguém acredita mas é verdade! Bjoooossss

    ResponderExcluir
  20. Que lindo Chica!!!
    O amor de mãe é intenso demais. Não importa a cor.
    Agora, deve ser terrível ter que mudar tudo, ai ai...
    Fiquei aqui pensando no meu segundo netinho que está por vir...Menino...Acho que está mais que comprovado.rsrs...
    Beijos mil

    ResponderExcluir
  21. Adoro estas surpresas!!!Menino ou menina o amor é igual.
    Bjs. Adorei. LINDO!!!

    ResponderExcluir
  22. Que surpresa boa!
    Menino ou menina , será sempre bem vindo
    A maternidade tem dessas surpresas!
    Bj
    Zizi

    ResponderExcluir
  23. Adorei o conto querida, muito criativo e real! Comigo já aconteceu!
    Será que vc colocaria o meu blog entre os seus amigos! Se não se incomodar é claro.
    Obrigada pela visita!
    Beijinhos carinhosos...

    ResponderExcluir

Que bom te ver aqui !