♥ As salas da "casa" da vida e os pratos... ♥







Em nossas vidas presenciamos coisas boas e ruins.

Conforme nos sentimos, parece que tendemos a achar as coisas melhores ou piores, mais fáceis ou difíceis.

Somos, no entanto, obrigados "a passar por um corredor" que dá acesso às salas: umas boas outras ruins, dolorosas e sacrificadas.

-O que fazer?
Entrar apenas nas boas?

É difícil ou melhor, impossível.

Precisamos passar por uma e por outra.

Essa é a lei normal, caso contrário, não estaríamos "vivos". Seria uma vida de "faz-de-contas".

Mas, nós não estamos sós nessa casa... 

Temos muita gente à nossa frente, os mais velhos, e muitos ainda, atrás, os mais jovens e as crianças, até aquelas que ainda vão chegar, mas já estão "mapeadas"...

Assim, nós tivemos oportunidades de aprender com os que vieram antes de nós. Precisamos, portanto, tentar passar aquilo que aprendemos até agora.

É claro que esse ensinar não significa ficar com blá-blá-blás.

O melhor modo para tanto, para ensinar, é o exemplo, com nossas atitudes.

Porém, não podemos aprender por eles, assim como não podemos mastigar por eles.

Podemos sim, "servir os alimentos e dar os ingredientes"...

Com eles, tendo sido bem orientados, poderão fazer "belos pratos".

Depois disso, quando já são capazes, cabe a nós apenas "colocar mais ou menos sal, mais ou menos tempero", dependendo do "gosto e sabor" que a comida que eles prepararam tomou.

E eles sabem e esperam por esse "toque especial"!

Não é nenhuma mágica, mas sabem que estão amparados...

É muito importante ainda, que eles saibam e tenham a plena consciência que aquilo que eles próprios prepararam, será o que eles próprios também irão "comer".

Se o prato for saboroso, bem feito, eles o degustarão com tanto prazer e vontade, que também os outros, que estiverem por perto, ficarão com vontade de experimentar.

Nessa hora, entra a responsabilidade de bem "preparar os pratos"...

Assim, mostrar o caminho pelo nosso exemplo, dar liberdade deles passarem por todas as "salas da casa", não tirando todas as pedras do caminho deles, deixá-los sentir o gostinho e experimentar, pode ser uma maneira boa de se tratar com nossas crianças e jovens.

chica