♥A "fedentina" e o conselho,rs... ♥

Imagem daqui


Um perfume nada agradável  fazia com que a casa toda fosse vistoriada.  Calçados levantados, verificando se  nada estranho neles havia na rua "grudado"...

E a saga continuava.

O marido fazia de conta procurar, porém, no fundo, de algo suspeitava e não sabia como fazer para despistar a procura para outro lado da casa.

Disse à esposa que fosse ao quartinho dos fundos enquanto ele olharia por dentro da casa. Nessa hora, assim que viu a esposa pelas costas, correu para a velha pasta.

Guardada no meio dos arquivos na biblioteca... Ali e dali, certamente, viria o cheiro. Mas como faria para desvencilhar-se daquilo?

Ruborizava ao pensar... O que diria?

Qual desculpa daria?

Culparia Dedé o cachorro?

Ou seria melhor culpar o enteado?

O fato é que ninguém poderia saber que após a festa, ele, um político de alta reputação, nas cuecas havia borrado...

Naquela hora, ainda em seu escritório tratou de colocá-las na pasta, onde ficaram esquecidas...

Mas a fedentina cada vez mais a todos alarmava... E após descoberta, uma coisa ficou mais uma vez, verdadeiramente escancarada: políticos estão sempre cagadas a fazer e por baixo dos panos as tentar esconder..

Que o povo seja como a família...Vá atrás, "sinta" a fedentina e coloque os votos ruins, impensados, numa latrina...

chica