♥ Um pote de margarina...quaaaaaaaaaaaaaaaaaaase salvador!!!rs... ♥





Roncos da barriga, 24 de maio de 2011


Meu grande amigo!



Hoje, olhar a foto fico a lembrar...


Quero te contar um pouco de minha infância e o quanto  eu era feliz e não sabia.

Viajando de carro, com minha família, na serra fluminense, eu e minhas irmãs  no banco de trás.
Eu passava mal e o tempo todo e era aquele auê.

O carro, uma fubica que se negava a subir a serra.

Parecia que  tinhamos que fazer movimentos de impulso, para  ajudá-lo a subir a serra.Bem, até aí ,tudo calmo,não?
O pior estava por vir.

De repente  disse:

-" Piciso fazê cocô, pala o calo, papai!"

O pai, já aturdido com o carro, mais o aroma dos enjôos da minha irmã pequena diz, "delicadamente":

-  Isso é hora de  inventar de .....?

Falou ou pensou alto, todos os nomes que sabia nas duas línguas que dominava:português e alemão.

Dei outro aviso:
-"Pala logu papai, num vai dá!"

E o pai retrucava:

-Já vamos chegar num posto!
Ele sabia que se parasse naquela subida, nunca mais a danada da fubica do carro pegaria.


Nessa hora, minha mãe lembrou de um potinho velho, dos pequenos, de margarina, que andava solto pelo carro.

Me entregou  rapidamente mas, de repente, olhei bem para ele e na certa, calculei  o TAMANHO de minha dor de barriga e então disse:

"- Esse num vai dá, NÃO CABE!"

Naquela hora, aquele pote, mesmo se fosse grande, já não mais era preciso!

Viagens maravilhosas e inesquecíveis!

E enquanto as vivenciávamos, nem sabíamos o quanto nos marcariam... 

Por isso, te digo hoje:

_ Não esquece de viver cada minuto e registrar , de uma ou outra forma, tudo que acontece.Vale a pena relembrar!

São risadas garantidas no futuro!



Um beijo da tua amiga,chica


* Republicação para brincar... 

Chegando da praia, feliz por ter estado no marzão, temos mais é que brincar e nos divertir...Por isso trouxe esse pedacinho de uma vida,rs...  bjs, chica