♥ O Faqueiro... ♥


Interessante o que aconteceu noite dessas...  Em sonho apareceu a imagem de um post que eu fazia  com o título: O FAQUEIRO.

Para quem adora blogar, até durante a noite aparecem inspirações, rs...

No sonho apareceu até uma imagem bem rebuscada, linda e eu deveria falar sobre ela.

 Assim, pela manhã. logo que deu fui anotar para não esquecer e ainda fui procurar a imagem do nosso faqueiro ,da época que casamos. Era igual a esse aí acima, com esse estojo de madeira, feltro verde, tudo igualzinho. Era da HÉRCULES !( Forte como o nome!)

Nada de rebuscamentos como no sonho, aliás, desde sempre não fomos dados a isso...

Fiquei então" matutando"


...


O que me passa hoje a imagem de um faqueiro?

Pensei, pensei ...

O faqueiro velho, tão usado...Quase desfalcado. Poucas peças dele sobraram...

O que das outras terá sido feito? Lembro de uma das faxineiras que deve ter levado as peças...Jogava pra baixo pela janela e na saída juntava. 

Nem importa...  Não sou apegada ...

Importa é que ele foi muito bem usado.

Se cada peça dele pudesse falar, diria: - Puxa, cadê a turminha toda que estava aqui?

Com ele, boquinhas foram alimentadas que depois  em  grandes bocas  crescidas se transformaram...

Ele, foi substituído , nunca mais por grandes estojos... Sempre à medida que era preciso... Peças coloridas e claro, bem menos duradouras...

Enfim, até um faqueiro pode traduzir saudades...

Tudo mudou...

Com ele eram servidas comidas boas, sem qualquer preocupação com isso ou aquilo, eram consumidos produtos bons, genuínos. Não haviam tantos agrotóxicos.  Não nos preocupávamos se eram fritos, assados...
Simplesmente eram feitos, a família toda ao redor da mesa sabia saborear...

Pouco a pouco a família crescia e com isso, as preocupações aumentavam, as reponsabilidades igualmente...

Hoje, como o faqueiro, a família cada um em um lugar, cada um em seu "estojo"...

Uns aqui perto, outro lá loooooonge, mas desfalcada não está!

Quando há amor , desfalcamento  não se instala!

Fica a saudade daquele tempo que passou, mas vive dentro do nosso coração, lembrando de boas garfadas que  fizemos  juntos...

Assim, voeeei no tempo entre o sonho, talheres e emoções...

chica