♥ Para um querido filho!



3ª Edição Suas Palavras  do Projeto Suas Palavras
• Palavras:

AMIZADE, SAUDADE, LEMBRANÇAS, FOTOS
• Prova:
Serão aceitas APENAS CARTAS.

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Porto Alegre, 20 de setembro de 2011



Querido Gordo!

Hoje, feriado aqui em Poa, chuvinha chata e fina caindo lá fora...

O pai, aproveitou  para ouvir música e fazer seu exercício predileto: palavras cruzadas.

Eu, para não ficar aqui no computador por muito tempo, fui mexer , ou melhor, REMEXER nas gavetas...

Logo na primeira, encontrei o álbum de fotografias, velhinho, surrado, bem manuseado...

Vi  fotos de vocês todos com seus amiguinhos na praça brincando, nas festinhas, nas escolas...

Chamei o pai e questionei: 
_Quantas dessas amizades ainda se mantem?

Chagamos à conclusão que apenas duas delas estão bem  vivas.

Li também as cartas que escreveste quando foste tentar a vida na Europa e me surpreendi chorando, revivendo todas as lembranças daquele dia. Foi triste demais!

E, li que já no aeroporto de São Paulo, estavas com saudades de tudo que acabaras de  deixar aqui em casa, mesmo sabendo que tinhas que ir tentar tua vida.

E sabes, fiquei horas e horas ali sentada no chão,em frente às gavetas, enquanto a minha coluna aguentou...

Depois, saí dali com o coração batendo mais forte. Doía até!

Mas ao fechar as gavetas, sabia que aquele era apenas um gesto mecânico, pois essas gavetinhas não são fechadas nunca dentro do meu coração.

Saí dali chorando.Sim, me permiti chorar! E me lavei chorando, de verdade!

Depois, mais leve, tive coragem de iniciar essa cartinha . 

Poderia ter te mandado um email ou falar pelo skype. Porém preferi deixá-la pronta e mandar de forma antiga e convencional, assim como meu amor e saudade de ti e da tua família.

Sei que ao fechar o envelope e o colocar no correio, vão passar dias até que a recebas. Mas  não importa o tempo. O sentimento é o mesmo...

Saudades, mas a certeza que fizeste a melhor escolha. 

Infelizmente, nosso Brasil e P. Alegre continuam não oferecendo as condições que sonhavas...Nem  de vida, mito menos em segurança.

Pena! Mas é assim...

Te deixo agora e nos falaremos muitas vezes pelos métodos modernos, antes que recebas essa carta. 

Mas na hora que a abrires, sentirás toda minha emoção, tenho certeza e teus olhos, se bem conheço, também se molharão, ainda que disfarces...


Um beijo pra todos e pra ti, um bem especial,

mãe

* PS: Te mando a foto  do nosso céu como está agora... Cinza, né? Mas há um pontinho AZUL e de LUZ...Nele vamos nos fixar!
Outro beijo...