Querem ver o que temos lá no coisinhas da chica?

Querem ver o que temos lá no coisinhas da chica?
Basta clicar!

Querem ver o que temos no chica brinca de poesia???

Querem ver o que temos no chica brinca de poesia???
Cliquem pra ver!

♥ Fragilidade...





25ª Edição De-sa-fi-o do Projeto Crátivité

Tema: escreva um mini-conto (TEMA: passado) que contenha no mínimo 100 caracteres e no máximo 300 (sem contar os espaços).

(((o)))o(((o)))o(((o)))


Na vida de Gema era sempre tudo o oposto ao seu nome...

Nada às claras...

Nunca se soube de sua vida, atual ou passada...

Quando quis se abrir, sua "casca" quebrou...

Imagem Daqui

♥ Coisinhas de mulheres...




Chegam apressadas ao salão,atrasadas nos seus horários.

Vão direto à pia onde suas cabeças devem ser lavadas antes de uma boa escovada...

-Putz, que raio de coisa é essa? Me dói o pescoço.Será que é só comigo que acontece?
-Não mãe,sou igual...responde a filha ...

_ Dá pra encostar um pouco mais, deitar a cabeça mais para trás? pede a atendente...
- Sim...

Lava, enxagua, passa creme, tira creme e de repente:
- Dá pra me arrumar um cafezinho, estou quaaaaaaaaaaaaaaaase desmaiando.Não posso ficar com a cabeça assim muito tempo...

Ele chega,é tomado e ao levantar,vê a filha...
As duas se olham, parecem fantasmas,brancas, pálidas...Ela também se sente mal naquela posição...

-Falta pouco agora!
_Vamos pra cadeira fazer a escova?convida a atendente.



Ufa,que bom! zzzzzchhhhhhhheecunheeeeeeeeee,
zzzzcchhhhhhhhchuneeeeeeeeeeeee...o barulhinho do secador, acompanhado logico, daquele calorzinho na nuca...
Uma "delícia", ainda mais no verão!!!
Agora, só falta a chapinha !!!


A cabelereira puxa um espelho para mostrar. Tudo pronto!

Aí começam os dedos a tentar colocar tudo no lugar como gostam.Na cabeça da mãe,aparece uma cena: sente-se como uma drag ...

Ajeitam daqui,dali...a mãe abre a bolsa,de onde tira uma piranha salvadora e ali mesmo, prende o cabelo...

A pobre moça que até agora trabalhou, olha atônita.Vê seu trabalho ir embora.

Mãe e filha pagam, saem, horas depois se encontram na festa...
Nada sobrou!

A mãe,havia lavado e secado em casa tudo novamente e prendido o cabelo.

A filha, fez um amarradinho.

Agora,estavam lindas!!!

Se olham, riem e se perguntam...
Pra que tanto sacrifício?

-Ora,tinhamos que estar bem para essa festa!

* Moral: só estamos lindas se nos sentimos à vontade, naturais...genética é genética,rsrsr..

♥ Voltas da vida...



Zil, uma pessoa em cuja vida havia apenas e tão somente a 1ª pessoa do singular: EU,EU,.EU e lá pela 39ª posição, os outros...

Era muito mimada pelo pobre marido e aproveitava-se da bondade dele para ter estranhos e caros desejos, incompatíveis com a situação financeira da família.

Ele, sempre fraco , não lhe deixava faltar NADA...Embora, por dentro, aquilo lhe revoltasse.

Eram os chocolates importados, alemães os da preferência, e várias futilidades, sempre importadas e caras...
Para os filhos, apenas cabia olhar e sentir o cheirinho do conteúdo daquela latinha azul dos chocolates, quando era aberta...Era intocável...


O tempo passou e para Zil e filhos também...

Cada um deles  teve sua casa, família e graças à Deus, muitos chocolates quando quiseram...E em suas casas, TUDO foi repartido , compartilhado, nada EXCLUSIVO.

Com o girar dessa roda da vida, Zil foi parar numa clínica. As filhas, sempre  a visitá-la e  lá também , os chocolates importados, tudo como antes sempre sendo feita a vontade, à disposição...

As filhas agora, enquanto a mãe ali deitada ,  podiam comer, mesmo sem vontade e sabem do que mais? Degustavam pedacinho por pedacinho e não pelo sabor do chocolate...Sim,  pelo sabor da justiça que finalmente se fazia...Nenhuma mãe pode ou tem o direito de fazer isso com os filhos...

Agora, comiam o que queriam. A mãe não mais tinha o CONTROLE!

Mas o gosto era bem outro: era o que a vida mostrou em suas voltas...Pena!

♥ É a vida!


6ª EDIÇÃO SUAS PALAVRAS
Escreva uma carta, poema, conto ... que contenha essas 4 palavras:
INFÂNCIA, TEMPO, CRIANÇAS, MUDANÇA


(((o)))o(((o)))o(((o)))

Quando vejo as crianças
caio em mim como o tempo corre
vemos nelas nossas esperanças
e essa em mim, juro, não morre...

Voou rápida deles  a infância
sempre com  tantas novidades
a cada dia percebia-se  uma mudança
estavam crescendo de verdade!


Cadê aqueles bebezinhos no colo meu
olhando o mundo com curiosidade?
Cresceram, tanto e tão rapidinho
hoje são homens,mulheres de verdade!

Como é bom poder viver
 isso tudo acompanhar
o tempo não podemos conter
 mas dele podemos bem desfrutar!

Quiçá  dentro de uns aninhos
vovô e vovó já não onde estão agora
Possam de lá,  um dia ver
aqueles menininhos de outrora
vovôs e vovós também ser!

chica


* Imagem daqui

♥ O sugador


Em pé na condução,ela quieta, tudo observava.

Em um canto, perto da porta, um passageiro chamou sua atenção. Parecia arrasado, carregava o mundo sobre os ombros.
Deprimido...

Ela olhando aquilo pensava:

_Mas que diabo de tristeza,esse coitado. Levanta os ombros, vai lá, não entrega a rapadura!!!Mandava mensagens  pela mente...

O trem para numa estação, ele desce. Ela o observa e vê que sai caminhando normalmente.

No seu lugar, uma senhora senta e conversava com outra animadamente ,que estava em pé.
Pouco depois viu ela "murchar", se calar, se encolher...Parecia perder a alegria!

Finalmente, chega a vez dela sentar, naquele lugar, agora vago.

Estava tão bem, tudo via, tudo percebia.

 Senta ali e só lhe vem vontade de chorar, tanta que nem conseguia segurar...

Num momento de lucidez, se dá conta:

-É o banco, era ele que sugava a energia e alegria.

Levanta, dá uma benzidinha nele, discretamente e sai feliz novamente.

♥ Pedidos...



Minha participação na Edição IMAGEM do Projeto SUAS PALAVRAS:

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Olha pra mim!
Mas olha com olhos doces...

Estás sempre carrancuda, mãe!
Me dá uma chance,por favor!!!

Exiges, exiges sempre!!!Só isso sabes fazer!
Olha pra mim nesse dia, pelo menos, sem rancor!
Lembra dos sorrisos que em teus lábios fiz nascer!

Se na tua frente não podemos brincar e sorrir
nem por isso, saibas, disso vou desistir!

Se  rabugenta e  carrancuda queres te mostrar
isso, em nada na minha vida vai influenciar!

Que o sorriso em meus lábios faltem,não vou deixar
por mais que minha alegria, possa te incomodar!!!

E numa última tentativa de te fazer sorrir
olha pra minha carinha, tenho certeza, agora não vais resistir!!!

Feliz dia das crianças pra ti, mãe! Vê se deixa novamente ela sair de dentro de ti e te fazer brincar!!!






♥ Para minhas crianças...




Participando da Edição Cartas do Bloinquês

Tema: Histórias de infância

(((o)))o(((o)))o(((o)))


Vila Xurupita, 12 de outubro de 2011...



Minhas queridas crianças!


Nesse dia que é dedicado à vocês, vendo todos já envolvidos com os cuidados com outras crianças, seus filhos, meus netos, fico aqui pensando...

Como é linda essa repetição da vida.

Como é bom ver que todas as traquinagens feitas hoje voltam pra vocês, de forma diferente, mas sempre nessa linda relação pais/filhos...

Para que não esqueçam as artes que aprontaram, aqui vai, por ordem, uma pequena amostrinha para avivar as lembranças:

_ Tita, lembras quando comeste o umbigo do teu maninho Gordo,apenas nascido , no dia em que ele  apenas tinha caído?

Lembras quando comeste bolinhas de Natal? Ovinhos de plástico da galinha de brinquedo?

-Gordo, e tu, lembras daquela pobre tartaruguinha que ao passarmos pela rua, o vendedor te mostrou e tu, comilão, achando que fosse algo de bom , quase a estava colocando na boca?

E do foguinho que fizeste com o teu primo, na caçamba  de madeira do caminhão do nosso vizinho?

_ Neca, e tu? 

Enquanto o pediatra nosso vizinho atendia o  teu irmãozinho bebê, passeavas por cima da pia da cozinha, fogão e tudo mais e depois pulavas?

E ainda, daquele dia em que fizeste cocô sobre a penteadeira?

E também na cama do maninho que aliás, ao chegar em casa do hospital, após o nascimento, foi recepcionado por ti com uma bonecada na cabeça?

_ E tu,Zezo?  Bah, mas tu aprontaste todas que podias e não podias...

Lembras naquele inverno frio, gelado, quando após a reforma do apartamento, estavas com o braço engessado e nem dois anos tinhas, e fizeste o favor de quebrar um cano do banheiro e inundou nossa casa com a forração novinha? 

Bem, acho que nem preciso escrever mais nada...

-E agora para os quatro de uma vez só:

Lembram daquela cobra morta que vocês e toda gurizada da rua foram mostrar para a vizinha Iria e ela quase enfartou,quando o próprio filho dela jogou a "defunta" perto dela?  E que com aquilo a vizinha nunca mais nos olhou?

A essas alturas cada um de vocês estará rindo e lembrando de muitas e muitas outras aprontadas que fizeram e estarão achando os filhos de vocês vedadeiros santos...

E ainda, certamente , pensaram :

_Puxa, como a mãe é forte! Nos aguentou assim e RESISTIU!!!

A isso, mesmo imaginando apenas a pergunta, respondo:

_Resisti e valeu cada uma delas. Foi uma linda época e hoje tenho pena das crianças que não podem mais brincar.Nem tempo tem!

Agora os meus netos vão ler essa cartinha e terão também muito a pensar ( e agir),tenho certeza!!!


beijos e lindo dia das crianças que para mim, ainda são!  


mãe


♥ Viagens...




Essa é minha participação de OUTUBRO para a Fábrica de Letras

Sonhamos com viagens
precisamos da rotina sair...

Serra ou mar?
Temos que decidir...

Passagens vamos comprar
detalhes, horário, acertar...

Ah! Quanta coisa pra arrumar
malas da família toda preparar...

Bota aqui, tira  d'acolá
quantas tralhas  vamos amontoar!

Tudo pronto, chega o dia
vamos para o aeroporto, que alegria!!!

Chegamos alegres no balcão
sem saber do atraso do nosso avião!

Esperas, esperas de montão
nós agora, amontoados ,já no chão!

Enfim embarcamos
 logo no local chegamos...

Desarrumar malas, tudo por lá pra todos organizar
Eeeeeeeeeeba!!! As férias enfim vão começar!!!

Passam os dias  é hora de regressar
o caminho oposto vamos realizar...

Tristeza das belezas por lá deixar
 da rotina ter que novamente encarar...

Mas  agora, querem saber da verdade?

- Preciso férias  para descansar das férias!
É essa a triste realidade!rs

♥ Os dedinhos pela vida...



23ª Edição Começo e Fim do Créativité

Tema: começar com "T" e terminar com "!"

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Todos os  momentos  vivido junto às nossas crianças são importantes e únicos!

Desde aquela horinha mágica em que ela aponta seu dedinho para nos mostrar indicando aquilo que ainda não sabe o nome, mas quer alcançar.

Ela vai aprender tudo conosco, com nosso exemplo, com nosso modo de agir e até de pensar...

Depois de um tempo, nos surpreendem com todo o universo de conhecimentos adquiridos , com toda a sua experiência de vida.

São capazes de grandes lições em poucos segundos, pois tudo nelas flui naturalmente.

Ela saberá tudo o que conosco aprendeu e MUITO MAIS!

E, certamente, aquele mesmo dedinho que vimos apontar para tudo e nos mostrar tantas coisas, servirá de exemplo para outros dedinhos também ávidos por tudo tocar, aprender e depois, ensinar...

E assim vai pela vida... Sempre a nos encantar!