Querem ver o que temos lá no coisinhas da chica?

Querem ver o que temos lá no coisinhas da chica?
Basta clicar!

♥ Triste constatação,rs...



Fifi ouviou naqueles papos de amigas que para ter certeza que os seios estão ou não caídos, as mulheres devem colocar um lápis,debaixo deles. Se o lápis lá ficar, estão.

Nessa hora, entra Melissa, a filhinha de 5 anos...

-Mamãe, onde está guardada a minha caixa de lápis de cor?

Naquela hora ,Fifi lembrou do teste que fizera.Colocava um, não caia.Outro, nada , assim várias vezes...

E caiu triste a chorar...

* Imagem daqui

♥ Bombeiros! Venham ajudar!!! É o niver da véinha,rs...




Cada dia é uma dia
pra viver com atenção
sempre com muita alegria
isso faz bem ao coração!

Mas a cada dia que passa
ficamos mais velhos também
na cara mais "argamassa"
se quisermos ficar "bem"!

Hoje estou ficando mais coroa
sessenta e três a completar
mas levo a vida numa boa
nada vai me atrapalhar!!!

Rugas na cara a mostrar
gorduras se acumulam
bundão está a aumentar
                     pernas que já não pulam...(rsrs só pra rimar)

Mas mesmo assim eu digo
é um presente cada dia
por isso eu só consigo
viver se tiver alegria!

chica


Amanhã é o meu dia e quero ficar sempre com alegria!
E esse ano o meu pedido,
é saúde pro marido!!!

♥ Testando emoções...



Rita e Jorjão olham a foto amarelada
quanta coisa ela pode lhes falar...

Logo a seguir relembram
dos passeios a pedalar...



Foram tantos e tão gostosos
sempre livres  a passear...

_Jorjão, lembras o que aconteceu nesse dia?
_ Como eu poderia esquecer!

Fomos pegos em meio à nossa maior alegria
pelo Pedro,teu irmão, que fotos fez, sem se fazer ver...

- Que diabo de irmão fui arrumar!!!
Esse danado escondido nos flagrou!

Ele então, vinte cruzeiros queria 
para seu silêncio em casa manter...Senão a casa cairia!

E nós, apavorados ficamos
não sabíamos QUAIS as fotos ele  em mãos teria...

Nossa consciência muito suja  não estava
mas sabíamos que grande bafafá com os pais viria!

Ao final , tudo bem acabou...
Com grana emprestada para a boca dele calar
CONSEGUIMOS das broncas grandes nos livrar!!! 

-E agora, Jorjão, sabes por que fui essa foto te mostrar?
Prepara-te: nossa filha  Rosinha já está a namorar!!!

E, pedaladas inocentes, carinhos nas" moitas" hão de ter
e como o papai Jorjão vai se comportar?

Ah! Isso eu quero ver!!!




♥ O pedacinho...



26ª Edição Começo e Fim do Créativité

Tema: começar com "E" e terminar com "u"

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Era noite fria.
Ela chega à janela e vê a lua.
Olha bem e repara que lhe falta um pedaço...

Olha, olha e lhe pergunta:
- Estás como eu hoje?Também me falta um pedaço...

Ela quieta lá no alto nada fala...
Teimosa,pergunta novamente...

-Ei, não queres dizer como te sentes faltando um pedaço que te completa?

Nada de resposta...

Toca o telefone, ela se afasta da janela, atende e ouve a voz querida do outro lado...

-Chego amanhã!

Pronto! Já não lhe faltava mais nada.

Volta à janela e com ar desafiador e de vencedora,encara a lua...
Seu brilho era maior do que o dela!!!
A tristeza já esqueceu!


*Foto chica

♥ Decisões...


92ª edição conto/história do Bloinquês;
Tema: Ela(e) desapareceu sem deixar pista alguma.

(((o)))o(((o)))o(((o)))



Nadia havia conseguido convencer Iran a voltarem naquela cabaninha onde haviam se conhecido, há tantos anos atrás..

Era a cabana do avô de Iran que hoje, estava desocupada, abandonada....

Estavam felizes, seria um final de semana sem filhos e ...só para os dois!
Yupi!!! Chegamos!!!

Nadia ao descer olha a cabana e começa a imaginar o quanto seria bom...
-Nooooossa,mas está caindo aos pedaços, fala logo Iran.

-Ora,nada que não possamos,com uma ajeitadinha, deixar do nosso jeito...
Vamos lá e entraremos com o pé direito, vai dar sorte, fala ela, animada.

_ Será? Já meio na dúvida ele retruca.

Começam a abrir janelas,tirar lixo, folhas secas de dentro de casa ,lavam, limpam, esfregam, ou melhor, ela faz tudo isso, enquanto ele reclama de tudo...

_ Ao final de algumas boas horas de limpeza por lá, após um bom banho com a água aquecida com o crepitar da lenha, já com a barriga roncando, ela coloca uma toalha xadrez sobre a mesa, flores recém apanhadas e ali mesmo, atacam uma "penosa" que haviam levado pronta e pão...

Mas,claro, ele não esquecera um vinho...

Após o jantar improvisado, mas romântico,vão deitar na cama bem afofada e cheirosinha...

Estavam bem abraçadinhos, e aconchegados, no maior clima romântico quando ela abre os olhos e vê algo preto enorme no teto...

Uuuuuuuuuui! grita com o melhor dos seus berros...

Com tal grito ele levanta-se sobressaltado, acende a luz do abajur e notam a presença de uma caranguejeira imensa e peluda...



Ele corre pra cozinha em busca de uma vassoura, decidido a acabar com a raça daquela bicha...

Ao voltar, Nadia estava em pé, imóvel e apontava,e com a pouca voz que ainda lhe saia,dizia: 

-Anda, corre, acha essa monstra!

Mas nada adiantou...Ela desapareceu sem deixar pista alguma.

Iran tentava convencê-la que era apenas uma aranha e que eles estavam no lugar dela já que a casa ficara tanto tempo fechada e ....patati,patatá...

Após um tempo, foram dormir, LITERALMENTE DORMIR, pois estavam exaustos do dia trabalhoso por ali e da terrível emoção, do medo...

Ela na manhã seguinte, pede pra irem embora dali antes do previsto, já que não se sentia bem .
Passara a noite toda agitada com medo da aranha e ainda os mosquitos haviam feito festa em seu rosto.

Seus olhos estavam esbugalhados, um quase fechado.

Os lábios ,polpudos fora do normal, pareciam estar inchados como após uma má aplicação de botox...

Era alérgica às picadas ...Estava se sentindo" linda" e ainda por cima, com dores, além da exaustão das faxinadas do dia anterior...

Assustado ao vê-a naquele estado,Iran arrumou tudo no carro, fecharam a casa e ele tem uma idéia.

Passam na cidade , entram em uma imobiliária...

Horas depois, já se pode ver a sua decisão...

Estavam felizes e certos,agora, da decisão ter sido acertada.

♥ Arrumando confusão com os homens?rs



Que maravilha entrar em um banheiro nas nossas casas bem limpinho,não?

Isso implica e alguns probleminhas domésticos:

1 - Há alguma coisa que faz com que os homens não acertem a mira no local certo. Sobram respingos. Mas eles nem notam!

A essa altura, imagino que os poucos homens que me leem, já se retiraram,kkkkk...

2 - A pia é formada por uma ou duas cubas, depende. Tudo bonitinho!
Acima do balcão, geralmente o que temos? Espelhos.

Pois as mulheres conseguem fazer toda a sua higiene matinal e o banheiro fica e continua impecável. Parece que temos acoplados em nossas mãos, ventosas com paninhos para secar e limpar. Fica perfeito após o uso.

Então, em cinco minutos entram ou os filhos ou o marido, ou ambos...

-Para lavar o rosto, jogam água nele, splatch,splatch, molhando chão, espelho ,bancada e tapete.

Há ainda os que, não satisfeitos, com os cabelos enxarcados, dão uma genial sacudida neles, voando pingos até na porta.

É ou não verdade isso?

É ou não assim?

Considero uma das provas de amor resistir à essa prova diária do banheiro sem reclamar ou ficar com úlceras,rsss...


* Imagem daqui

♥ O mar e os sonhos...






Sentada aqui nessa linda "sala de visitas" onde não precisamos nada além de sensibilidade, onde os móveis são as conchas; os tapetes, a areia branquinha; o teto, um lindo céu azul e nosso "lustre", o sol, fico quietinha, pensando...



Por qual motivo precisamos de tanto nas cidades para sermos felizes e vivermos?

Por que nossas "cascas" precisam de tanto???

É claro que também por aqui há dias em que nosso "teto", o céu estará cinza, outros até em que haverá "vazamentos" nesse teto, com as gotas de chuvas...

É claro que nossos tapetes daqui, também poderão ser "alagados" pela água do mar...

É claro ainda que nossos sonhos, escritos na areia branquinha do mar, poderão ser "apagados" pelas ondas...

Porém, uma coisa também é muito clara: eles estão dentro do nosso coração e assim, esse sonho de ainda viver num lugar como este sempre, nunca será apagado e, ainda que eu morra sem realizá-lo, já estou na fila para voltar para o mar, nem que seja em forma de uma marolinha, uma pequeninha onda que, agitadinha, vem e vai, pode bater nas pedras, estourar, arrebentar, mas ficará sempre nesse lindo marzão!

Que todos nós consigamos realizar os nossos sonhos, com essa ou com outra "casca"!(Chica)


♥ Uma sombra...

92ª EDIÇÃO VISUAL do Bloinquês

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Sofia e Reneu namoravam  há vários anos.

Projetos de casamento, enxoval sendo providenciado aos poucos. A cada data, os presentes  escolhidos eram coisinhas para casa.

Pareciam formiguinhas preparando o seu novo lar. Tudo bem programado e preparadinho.

Mas a vida...Ah! Essa vida apronta!

E, para Sofia chegou uma doença incurável e cheia de sofrimentos.

Reneu sempre que podia, estava ao seu lado dando-lhe o carinho e amor, junto aos  familiares que lhe rodeavam.

Porém um dia, passados quatro meses de intensos tratamentos e dores, ela respirou pela última vez.

Reneu dava o apoio à  família de Sofia e todos percebiam que ele ainda era , por ela, apaixonado.Não a esquecera.

Vários anos se passaram e um dia, a família de Sofia foi surpreendida com o anuncio de casamento de Reneu, com Miriam, uma moça da cidade.  
Moça essa, que parecia ter sido procurada  com minúcias , pois era tremendamente semelhante à Sofia.

Casaram, tiveram filhos e no entanto, boatos corriam que ele não era feliz. 

E Miriam espalhava para todos que ele tinha outra e que , com essa, ela não poderia competir...

Sua rival era uma morta e dizia que essa , muito pior do que se  fosse uma viva. Ele havia sublimado, idealizado a antiga namorada como mulher ideal. 

Quando a beijava, Miriam sentia que Reneu se trasformava, parecendo ver a outra e assim em todas as ocasiões.

A separação foi inevitável. 

Ele foi fraco, não soube superar o golpe que a vida lhe aprontou. 

Assim, perdeu, sem culpa a namorada e depois, a mulher e filhos, que também dele se afastaram...

A família de Sofia a tudo aquilo assistia e sentia uma grande pena de Mirian, mas nada podiam fazer. 

Aquele amor parecia mais forte do que tudo e Reneu, mesmo levando uma vida relativamente normal, parecia apenas esperar o momento do reencontro.

E ele acreditava nisso!

Isso era o que o movia!






♥ Mágicos momentos ...


 Essa é minha participação na 1ª semana de novembro do  IDÉIAS COMPARTILHADAS


Tema: A música das Flores

♫ ♥♫ ♥♫ ♥♫ ♥ ♫ ♥♫ ♥

Era cedinho, madrugada...
Estava na cama a me revirar...

De repente, num passe  de mágica,
em meio à natureza, pude estar...

Passarinhos cantavam
alegremente,conversavam...

Pareciam querer me chamar
os segui,  vendo o que me mostravam...

Caminhando com eles, ali sozinha,
meus amigos resolvi chamar...

Eram crianças, danadinhas
mas daquilo ,na certa, iriam gostar!

Fomos juntos, rindo e brincando
até que  uma música conseguimos ouvir...

De onde chega essa música? perguntavam
e ela, mesmo sutil, nossos ouvidos encantavam...

Olhamos tudo, procuramos
psssssss...psss, silencio então fizemos...

Meus olhos adultos não acreditavam
no momento lindo que estávamos a viver...

Eram flores que se abriam
estavam apenas a desabrochar

as já grandinhas as acolhiam
alegres com cada uma que estava a chegar...

Ficamos ali,encantados e maravilhados
com o momento ali a presenciar...

Magia, encantamento,
nossos olhos não mais  iriam esquecer!

Mas, que pena! Fomos dali transportados
O despertador,cruel, não parava de tocar...

Acordo, olho ao meu lado
a realidade, estava a me chamar...

Mas a magia , no sonho vivenciado,
me deixava leve, feliz e assim, tudo iria enfrentar!


* Imagem daqui