Querem ver o que temos lá no coisinhas da chica?

Querem ver o que temos lá no coisinhas da chica?
Basta clicar!

Querem ver o que temos no chica brinca de poesia???

Querem ver o que temos no chica brinca de poesia???
Cliquem pra ver!

♥ A espera... ♥





Edição Visual do Bloinquês

(((o)))o(((o)))o(((o)))


Nina , filha única, nos últimos dias andava agitada.

Em casa, tudo era preparado para a chegada dos tios e primos que moravam no exterior.

Ela vira seus brinquedos serem limpos, arrumados em gavetas. Vira seu armário encolher de tamanho, para deixar prateleiras e gavetas para as roupas dos que estavam por vir.

Vira seu quartinho ,todo organizado, transformar-se em camas de abrir para que coubessem todos por lá!

Assim, tudo era expectativa!

Após tudo bem organizado, faltava pouco!

Mamãe e papai estavam eufóricos, alegres e fizeram questão de chegar bem cedinho, bem antes da hora, ao aeroporto, para esperar a turma de longe.

Nina não fazia outra coisa a não ser, espiar, de cinco em cinco minutos a chegada dos aviões.
Pretendia ver os primos.

De repente, avistou o avião verde ,branco e vermelho. Mamãe lhe havia dito que seria num assim que eles chegariam.

Assim que ela o viu aproximando-se e fazendo as manobras finais antes de parar , Nina correu até os pais:

_Mamãe,  tá chegando! Tá chegando!

Os pais, sabendo que aquele procedimento  levaria um tempinho, ficaram ainda sentados ali por perto.

_ Mamãe, papai!  Lembrei de uma coisa agora. Me ajudem!!!

_ O que é ,filhinha?

_ Não sei se vou saber quem eles são. Só os vi pelas fotos lá do quarto de vocês!

Naquela hora, os pais se deram conta. Era verdade!

_ Não te preocupa, Nina!
Assim que enxergares uma menininha de tranças, linda, carregando uma boneca de pano de pernas bem compridas, saberás que aquela é Lili. Ao seu lado, estará, certamente, teu  priminho Fred.
E nós estaremos aqui pra te mostrar.

O avião chegou, parou, todos desceram, menos a tal menininha, os irmãozinho dela e muito menos, seus pais...

Nina estava triste e voltou a ficar esperando na vidraça. Nada a tiraria dali.Era a própria decepção,coitadinha!

Todos estavam desapontados, tristes e sobretudo, preocupados!

_ O que teria acontecido? Haviam perdido o voo?  Por que não ligaram?

Nessa hora, ouvem um chamado:
_Nina, Nina!  Vem cá!  Teus primos estão ansiosos para te conhecer!

Logo, todos se avistaram e após a balbúrdia dos abraços e reencontro,  apresentações dos primos, ficaram sabendo que ninguém os tinha visto passar na fila de passageiros.

Era tanta a emoção da expectativa  que ficaram atrapalhados.

Mas, enfim, juntos, foram para casa , onde a festa haveria de começar...

Seriam quinze dias juntos. Haveria tempo de sobra para brincadeiras.

Nina estava radiante agora!

19 comentários:

  1. Cenas que aconteceram e acontecem com muitos de nós, que nos dão imensa felicidade, principalmente nas crianças é receber familiares de fora, em nossa casa. Muita ternura,numa linda crônica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. É mesmo bom demais poder receber os familiares distantes na casa da gente e realmente a alegria e excitação que acontecem nos preparativos são ainda maiores quando estão envolvidas as crianças.Linda participação Chica.
    Abraço grande,

    ResponderExcluir
  3. Que delicia de história!E tem tudo a ver com a vida,né Chica?Loguinho é o Gordo que vai chegar tb!Adorei sua participação!bjs,

    ResponderExcluir
  4. Ah, Chica, a expectativa de uma criança esperando algo é indescritível! Ficam agitadas demais!
    Como sempre, um conto perfeito!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Legal Chica, imagino a festa desses primos durante esses 15 dias,em horas já estão íntimos e no final deixam ser primos e se tornam irmãos! srs bjooss

    ResponderExcluir
  6. Muito legal Chica, e com certeza vão aproveitar muito, beijos e linda noite!

    ResponderExcluir
  7. Un placer pasar a leerte, te dejo un fuerte abrazo, bonita noche!

    ResponderExcluir
  8. Oi Chica
    Posso imaginar a ansiedade da Nina com a chegada dos priminhos e também a decepção quando não os viu.
    Devem ter aprontado até, brincado até à exaustão.
    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Oi Chica!

    Quem tem familiares ou amigos queridos no exterior já teve pelo menos um dia de Nina, com aquela imensa expectativa e ansiedade, desejando rever os amados vindos de longe. Para uma criança, imagino que a emoção é ainda mais intensa, mais plenamente verdadeira. Que bom que deu tudo certo e Nina não viveu uma decepção, somente alegrias na recepção dos tios e primos!

    Beijão

    ResponderExcluir
  10. Oi Chica me levaste ao tempo de criança, amava quando meus primos vinham de ferias para nossa casa, era muita bagunça e diversão geral. Fiquei feliz pela Nina.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  11. Oi Chica!
    Bom dia!
    Seus blogs são muito bons...parabéns!
    Fiquei curiosa em saber como vc é...rsrsrs.

    Dia lindo pra vc!

    ResponderExcluir
  12. Como é bom reencontrar aqueles que não vemos há tempos!!!
    Muitos abraços ,conversas e risadas!!rsrs
    É bem assim quando encontramos nossa tia e primas que moram em Brasilia! Muita felicidade!!! Puro contentamento!
    Saudades!!

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  13. Esperas, expectativas, tudo emocionante...
    As chegadas sempre são tão boas, mas as despedidas têm um gostinho saudoso... O bom é aproveitar os "sabores" c amor/compreensão...

    Conto leve e tocante...
    Um Abraço

    ResponderExcluir
  14. Nada como a felicidade de criança.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  15. Amiga Chica

    Confesso que me comovi com a tua, bem contada história. Temos uma narraliva de amizade, com o ingridiente do apelo de sangue. Nina a protagonista pincipal está bem enquadrada.
    Beijos de amizade

    ResponderExcluir
  16. Chica, lembrei da minha infância agora, como era bom esperar meus primos para dias de verdadeiras aventuras.
    Bjo no coração

    ResponderExcluir
  17. Olá amiga, linda a sua historia que adorei. Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  18. amiga linda história, estava lembrando dos preparativos que fazíamos em casa para as visitas dos parentes, eu ficava sempre tão ansiosa.. saudades daquele sentimento.. hehehe.. beijos mil e ótimo findi..

    ResponderExcluir
  19. Chica

    Também fiquei ansiosa nesta espera. Linda história. Momentos felizes que a gente nunca esquece.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Que bom te ver aqui !