♥ Segredos e vidas... ♥


Participando dessa B C do blog da Patrícia Galis:

(((o)))o(((o)))o(((o)))

A família toda estranhava o comportamento daquela mulher.

Aparentemente tinha uma família normal. Era porém poderosa ( ou pensava ser), temperamento forte, egoísta até não mais poder.

Em seu verbo, a primeira pessoa do singular era a mais falada , citada e respeitada.Existia o eu, eu, eu, eu, eu  e só então passava a dar lugar para outros...  Todas as SUAS vontades pareciam ser ordens ao marido, que como um carneiro obedecia.

Ela dizia-se simples, porém seus gostos eram os mais requintados. Desde os chocolates que só  serviam os estrangeiros, às revistas estrangeiras igualmente ,bem como tudo mais na casa.

O relacionamento com as filhas deixava a desejar.Tinha sentimento de culpa por neglicenciá-las e assim vivia.

Os anos passaram e ela a apresentava sinais de depressão.  Tinha um segredo dentro de si e parecia que esse queria sair.

Um dia, ela, tomada pela depressão e desespero, tomou comprimidos para dar fim à sua vida.

Entre a vida e a morte, teve forças de chamar uma das filhas e contar que ela não era filha daquele pai que pensava, o mesmo das suas irmãs.

Disse:

_Teu pai ,não é teu pai!  E com a voz embargada e língua já dura, conseguiu dizer o nome do verdadeiro que, no entanto já havia morrido.

Ela, salvou-se e  após um mês em coma, voltou à vida, mas já havia mexido com a identidade da filha que precisou de muita força interior para se recuperar daquela mudança  em sua vida.

Um segredo revelado, e para a filha, mesmo sem direito de cobrar ou julgar, precisava sentir dentro de si o  perdão.

 De início, era aparente, mas  depois de muitos anos o verdadeiro perdão surgiu.

Assim o segredo revelou tão claramente a bondade daquele pai que a criara, pois ele sabia desde o pimeiro momento que não era o verdadeiro pai  e sempre agiu como se o fosse.

A mãe ainda hoje parece ter segredos a contar...

As filhas imaginam que muito terão para encontrar nos escritos e nas coisas da mãe quando ela falecer.

 Porém juntas, fizeram um pacto para preservar as suas sanidades: nenhuma lerá nada que lá for deixado.

Segredos outros  ficarão para a eternidade.Melhor nem mexer!

Lisa Miller sobrevive ainda  e pelo que tudo indica, sobreviverá até às filhas ,que desejam que viva bem e feliz enquanto der!